Menu

Estêvão Parreiras

Natural de Pouso Alegre/MG, Estêvão vive e trabalha em Goiânia, onde se formou em Artes Visuais pela FAV-UFG. Recebeu seu primeiro prêmio em 2017, de Artista Revelação, no 23º Concurso Sesi Arte Criatividade e, em 2022, foi contemplado com o prêmio aquisição no 3º Salão de Arte em Pequenos Formatos do MABRI, Museu de Arte de Britania, Britania/GO.

Realizou as exposições individuais “Fogo dentro, alimentado com trabalho”, Galeria Antônio Sibasolly, Anápolis/GO (2021) e “Maxilar apertado o dia inteiro…Mesma coisa que mastigar pedras…”, Centro Cultural Octo Marques, Goiânia/GO (2022).

Participou de exposições coletivas no Brasil e no exterior, dentre as quais: “The Silence of Tired Tongues”, Framer Framed, Amsterdã/Holanda (2022). Suas obras integram coleções particulares e públicas, como a do Museu Nacional da Republica, Brasília/DF.

No ano de 2020 participou da residência artística na Pivô Pesquisa – Ciclo III / Beck’s, São Paulo/SP.

Sobre sua produção, o artista diz: “em meu trabalho tenho refletido sobre a linguagem do desenho. Tenho no risco feito sobre o papel a base para criar minha poética relacionada com minha subjetividade e com minha identidade. Observo o ambiente à minha volta, os lugares afetivos, a experiência devocional referenciada nos ex-votos com as ideias de oferta, agradecimento e confissão. Além de um desejo ligado ao prazer, entendo que o desenho é o que sobra da minha vontade de deixar minhas marcas, produzidas por um impulso materializado e mediado pelo instrumento que eu utilizo para arranhar/riscar o papel. Só assim me sinto pertencente ao mundo. Macular o papel com o grafite é como eternizar-me no tempo e no espaço”.

OBRAS DO ARTISTA

A cortesia do perdão…, 2022

grafite, pastel seco e tinta a óleo sobre papel
150 x 125 cm

sem título, 2020

grafite, pastel seco e tinta a óleo sobre papel
150 x 125 cm

sem título, 2021

aquarela, lápis de cor, giz de cera, pastel seco, pastel oleoso, tinta guache sobre
papel
96 x 66 cm

sem título, 2022

lápis de cor, giz de cera e pastel seco sobre papel
96 x 66 cm

Terço de 1/3 de 1/3 de um terço…, 2021

grafite, pastel seco e tinta a óleo sobre papel
150 x 125 cm

Vista da exposição Maxilar apertado o dia inteiro…Mesma coisa que mastigar pedras…

Centro Cultural Octo Marques, Goiânia/GO, 2022